Actividades 2010

JANEIRO
• Início das actividades no âmbito do projecto “Mobilidade Sustentável e Segurança Rodoviária- um projecto de educação para as novas gerações”, financiado pelo Programa Gulbenkian Ambiente da Fundação Calouste Gulbenkian.

• Comunicado “Uma Década Novinha Em Folha” – [[19]]

• Apresentação de contributos ao IMTT para o Ante Projecto De Decreto Regulamentar Da Circulação De «Segways» Em Espaços Públicos
FEVEREIRO
• A ACA-M tornou-se assistente no Processo do acidente na Av. da Liberdade, envolvendo o magistrado Mário Mendes (Comunicado “ACA-M Assistente no Processo da Av. Liberdade” (25 de Fevereiro de 2010) [[20]] )

 

MARÇO
• Publicação do livro The Walker and the City (Comunicado: [[21]] )

• Comunicado “A Lei é para todos” – [[22]]

 

ABRIL
• Comunicado “O Comportamento Anti-Social” – [[23]]

• Participação e presença da ACA-M através de uma banca com materiais e livros da ACA-M, na conferência do IMTT, “Território, Acessibilidade e Gestão da Mobilidade”, de 12 a 147 de Abril de 2010, no Museu do Oriente em Lisboa – [[24]]

 

MAIO
• 20-5-2012 – Realização de Acção de sensibilização em parceria com um grupo de estudantes de Ciências da Educação, no Instituto de Ciências de Educação da Universidade de Lisboa

 

JUNHO
• Comunicado “Ó ANSRs, aprendam a comunicar o terror rodoviário” – [[25]]

• Comunicado “FEVR – Anti-Hemorrágico Pode Salvar Vidas” – [[26]]

• Candidatura, enquanto parceira do projecto WALKABIT, em parceria com várias associações europeias de peões, ao patrocínio da “IEE-call 2010”.

 

JULHO
• Lançamento da Campanha Nacional de Sensibilização “Condução Segura E Ecológica”, em parceria com a ANBP, a ASPIG, o SPP-PSP e a QUERCUS, e com o patrocínio da TOYOTA Caetano Portugal S.A., apresentada em conferência de imprensa no dia 30 de Julho de 2010. (Comunicado “Condução Segura E Ecológica – Campanha Nacional De Sensibilização” – [[27]]

 

AGOSTO
• Comunicado “Resposta Da FEVR Ao Plano Das Nações Unidas “Década De Acção Para A Segurança Rodoviária” – [[28]]

• Lançamento da Campanha Álcool 13 e Concurso de Condução Segura – [[29]]

• Comunicado “Um Prémio Para O Pequeno Marcos” – [[30]]

• Comunicado “Tragédia Numa A25 De Pacotilha” – [[31]]
SETEMBRO
• Lançamento do livro Walker and the City no CES Lisboa, 16/10/2010 (Comunicado: [[32]] )

 

NOVEMBRO

 

• Apresentação à OMS do Compromisso da ACA-M para Portugal no âmbito da Década Global de Acção para a Segurança Rodoviária 2011-2020. Comunicado: [[33]]

• Organização da celebração do Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada, que teve lugar no dia 21 de Novembro de 2010, em Santarém, em colaboração com outras entidades da Estrada Viva e a autarquia local.

– Produção de Spot de vídeo da campanha do Dia da Memória: [[34]]

– Produção de imagem oficial e cartazes e de spot de rádio da campanha; – Programa e materiais da campanha disponíveis em: [[35]]

• Participação na 1ª reunião de auscultação de stakeholders do Plano Nacional de Promoção da Bicicleta e Outros Modos de Transporte Suaves, realizada no dia 30 de Novembro, na sede do IMTT.
DEZEMBRO

• Lançamento do Livro “A Culpa Não Foi Minha” – Culpa e Comportamento de Risco nas Estradas Portuguesas, de Maria João Martins. Livro apresentado no congresso da Liberty Seguros (patrocinador da publicação), em 18-11-2010, no Dia da Memória (21-11-2010) e no Barreiro (10-12-2010), em parceria com a Câmara Municipal. Comunicado no site da ACA-M: [[36]]

• Início da planificação de uma plataforma de formação e-learning da ACA-M.
Colaborações nos media:

• Presença em diversos telejornais, programas de rádio e televisão com comentários sobre problemas do momento.

• Parceria com a RTP2 através da participação como parceiro no programa Sociedade Civil.

• Parceria com o Jornal de Lisboa (início em Agosto 2008) com a secção “Barómetro da Mobilidade”.
Outras colaborações:

Lembramos ainda que a ACA-M é actualmente membro da direcção da Federação Europeia de Vítimas da Estrada, e como tal tem estatuto consultivo junto do Conselho Europeu de Segurança Rodoviária, da Organização Mundial de Saúde, e se encontra em contacto directo não apenas com as principais NGOs europeias de segurança rodoviária e apoio às vítimas da estrada, mas também com organizações como o EuroSafe, o Euro-Rap, o Tispol, e a própria Comissão Europeia.