Actividades 2008

 

ABRIL

Instalação do ALCOKART no Terreiro do Paço no dia 30 de Abril, uma parceria com a GARE – Associação para a Promoção de uma Cultura de Segurança Rodoviária, com sede em Évora, com a associação belga TOP-25 e Liberty Seguros. O Alcokart é um kart que permite em tempo real sentir a simulação de uma condução descontrolada sob o efeito de substâncias, sendo um instrumento educativo, permitindo que os jovens sintam os perigos dessa mesma condução.

 

JUNHO

Participação de uma associada no Encontro Final Internacional da MARE – “Mobilité et Accessibilité Métropolitaine aux Régions de l’Europe du Sud”, que teve lugar a 19 de Junho na FIL.

 

JULHO

Envio de requerimento à Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária pedindo explicações acerca do processamento das multas por excesso de álcool [notícia] .

 

SETEMBRO

–  22 de Setembro de 2008 – Assinatura da Carta Municipal dos Direitos dos Peões entre a Câmara Municipal de Lisboa, a Associação para a Promoção de Segurança Infantil (APSI) e a ACA-M no âmbito do O Dia Europeu Sem Carros. A Carta Municipal dos Direitos dos Peões abrange medidas relacionadas com a temporização dos semáforos que dá prioridade aos peões, pintura de passadeiras (com prioridade junto a escolas e nas zonas comerciais), assim como sinalização horizontal e vertical adequadas. (http://www.cm-lisboa.pt/?id_item=17650&id_categoria=11).

 

OUTUBRO

– Presença de um membro da Direcção no Dia Europeu da Segurança Rodoviária em 13 Outubro em Paris: [40].

– No Dia Europeu da Segurança Rodoviária, 13 de Outubro, teve lugar uma Mesa Redonda para debater a Estratégia da Sociedade Civil para a Segurança Rodoviária, em Lisboa, organizada pela Estrada Viva – Liga contra o Trauma e pela Toyota Caetano Portugal.

Entidades participantes na Mesa Redonda: APSI – Associação para a Promoção da Segurança Infantil | ACA-M – Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados | APFN – Associação Portuguesa de Famílias Numerosas | CVP – Cruz Vermelha Portuguesa | ANEBE – Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas | LBP – Liga dos Bombeiros Portugueses | GARE – Associação para a Promoção de uma Cultura de Segurança Rodoviária | BTLS-Portugal – Basic Trauma Life Support-Portugal | CR&M – Formação Activa de Condução | A Nossa Âncora – Associação de Apoio a Pais em Luto | Via Azul | Toyota Caetano Portugal

– Presença do Presidente da ACA-M na Assembleia Anual da FEVR em Barcelona

– Na sequência de afirmações do Secretário de Estado Ascenço Simões em Novembro de 2007 de que “Governo lamenta que ACA-M não tenha gasto apoios recebidos” (http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=13&id_news=304106), foi decidido devolver as verbas que tinham sido recebidas até à data depois de abatidos os gasto despendidos, pelo que foi elaborado um relatório pormenorizado das actividades e das verbas dispendidas no âmbito do concurso do MAI.

 

NOVEMBRO

 – 12 de Novembro : Colóquio Internacional “O Peão e a Cidade” [41] [42]

No âmbito da nossa participação na Acção COST 358 “Pedestrian Quality Needs” da Fundação Europeia de Ciência, a ACA-M organizou, com o Mestrado em Risco, Trauma e Sociedade do ISCTE o Colóquio Internacional The Walker and the City que teve lugar no Instituto Alemão, no dia 12 de Novembro. A organização deste Colóquio contou com o apoio da European Cooperation in the field of Scientific and Technical Research, Goethe-Institut Portugal, Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres IP, Câmara Municipal de Lisboa e Carris. O Colóquio obteve um grande sucesso e a ACA-M conseguiu garantir verbas para a publicação das Actas.

–  Lançamento, por ocasião do colóquio acima referido, do livro de Aymeric Bôle-Richard, Pedonalidade no Largo do Rato: Micro-poderes. Uma edição ACA-M. [43]

– A ACA-M foi aceite como membro de pleno direito da Federação International de Peões, na sequência da nossa participação no Congresso Internacional do Walk21, que teve lugar em Barcelona, de 7 a 10 de Outubro de 2008.

Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada 2008 (http://estradaviva.org/) A Estrada Viva – Liga contra o Trauma organizou, pelo sexto ano consecutivo, um conjunto de actividades para celebrar o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada em Portugal, com o apoio da Liberty Seguros e Toyota Caetano Portugal para a realização das cerimónias. As celebrações centraram-se em Évora, Viseu e Vila Real.

 

DEZEMBRO

– Reunião com ARVAL para estabelecimento de futuras parcerias. • A ACA-M procedeu ao registo da associação na Bolsa do Voluntariado. [44]

 

COMUNICADOS 2008:

•16 Nov: Dia da Memória 2008 (11 de Novembro de 2008)

•12 Nov: Colóquio Internacional “O Peão e a Cidade” (4 de Novembro de 2008) •A Velocidade Mata (2 de Novembro de 2008)

•Internacionalização da ACA-M (20 de Outubro de 2008)

•13 Out: Dia Europeu de Segurança Rodoviária (12 de Outubro de 2008) •Condução sob o Efeito do Álcool (23 de Julho de 2008)

•Radares de Lisboa: Câmara Desligada (12 de Julho de 2008)

•O Ponto Negro da Nova Carta (5 de Julho de 2008)

•Com os olhos bem fechados (20 de Junho de 2008)

•Uma ENSR para Inglês ouvir (11 de Janeiro de 2008)

 

Colaborações nos media:

– Presença em diversos telejornais, programas de rádio e televisão com comentários sobre problemas do momento;

– Artigos de opinião nos jornais 24 Horas e Público

– Parceria com o Jornal de Lisboa (início em Agosto 2008) com a secção “Barómetro da Mobilidade”.

 

OUTRAS COLABORAÇÕES

–  Continuação da colaboração com associações de moradores de Lisboa e concelhos limítrofes (S. Cruz de Benfica e outras) relativamente a problemas de segurança de troços da CRIL.

– Participação na comissão responsável pela avaliação do funcionamento dos radares de controlo de velocidade em Lisboa.

– Membros da ACA-M nomeados para o Conselho Geral da EMEL (1ª reunião de carácter oficial a 18 de Dezembro 2008, a convite do Grupo de Vereadores “Cidadãos por Lisboa”.

– Lembramos ainda que a ACA-M é actualmente membro da direcção da Federação Europeia de Vítimas da Estrada, e como tal tem estatuto consultivo junto do Conselho Europeu de Segurança Rodoviária, da Organização Mundial de Saúde, e se encontra em contacto directo não apenas com as principais NGOs europeias de segurança rodoviária e apoio às vítimas da estrada, mas também com organizações como o EuroSafe, o Euro-Rap, o Tispol, e a própria Comissão Europeia.