Actividades 2007

 

ABRIL

– Semana Mundial da Segurança Rodoviária – Alcoolkart – Para a celebração, da semana Mundial da Segurança Rodoviária a ACA-M associou-se à GARE e à Toyota Salvador Caetano, num evento realizado no Terreiro do Paço em Lisboa. Este evento consistiu, na criação de um circuito automobilístico, dentro de um espaço de aproximadamente 600m2, onde fosse possível experimentar os efeitos de uma condução sob o efeito do álcool, num ambiente perfeitamente seguro. Este evento foi direccionado a jovens, e teve como principal componente um Kart desenvolvido pela Toyota que simula os efeitos de condução embriagado. Este evento contou com a presença de representantes da CML, representantes de associações cívicas, e com uma forte divulgação na comunicação social.

– A ACA-M e a Câmara Municipal de Lisboa, em parceria com a Liberty Seguros e JC Decaux, promoveram no dia 28 de Abril, na Praça dos Restauradores, em frente ao Cinema Condes, a instalação de uma passadeira de peões evocativa das vítimas de atropelamento. Esta passadeira, contem na parte zebrada nomes ficcionados de vítimas mortais de atropelamento na cidade de Lisboa. Este evento procurou sensibilizar automobilistas e peões para o grave problema que é a sinistralidade rodoviária dentro dos grandes centros urbanos, nomeadamente no que diz respeito a acidentes que envolvem peões. Ao longo do fim-de-semana, irão ser aplicadas outras três passadeiras evocativas, a saber: Caís do Sodré (frente à estação), Avenida de Berna (Frente à universidade Nova – FCSH) e Marques de Pombal (Frente à EDP) – A ACA-M apresentou publicamente os problemas de segurança no Ponto Negro “Túnel do Marquês – Lisboa”.

 

MAIO

– Dia da Cortesia ao Volante – A ACA-M, em colaboração com a CR&M – Formação Activa de Condução, a Toyota Caetano Portugal e ainda de pais e professores da Escola Secundária D. Filipa de Lencastre em Lisboa, realizou um encontro para explicação prática sobre o tipo de condução defensiva que todos os condutores devem assumir, no trânsito real, nomeadamente redução da velocidade junto de intersecções, stops, comportamento perante peões, etc. Este evento procurou colocar no mesmo espaço, um formador em condução defensiva e futuros condutores, com o intuito de explicar na prática, a postura defensiva que se deve ter ao volante de um veículo e as acções que se devem tomar para evitar os acidentes. No final desta acção foi feito uma pequena sessão de esclarecimentos sobre os conceitos aprendidos e lido um pequeno comunicado à Comunicação Social presente. No final do evento os jovens presentes em colaboração com membros da ACA-M distribuíram pela zona envolvente, folhetos com os “15 Mandamentos da Cortesia ao Volante” e “Carta dos Direitos dos Peões”. Os “15 Mandamentos da Cortesia ao Volante” foram também divulgados em todas as escolas do ensino básico e secundário da região de Lisboa.

 

JUNHO

A ACA-M enviou uma carta a Sua Santidade o Papa Benedicto XVI alertando para a necessidade de a Igreja Católica se pronunciar contra comportamentos agressivos ao volante com urgência. • [45] • [46]

Esta carta foi amplamente divulgada a nível internacional: [47].

O Vaticano viria a pronunciar-se sobre este pedido de tomada de posição solicitado pela ACA-M e pela FEVR (Associação Europeia da Vítimas da Estrada), criando assim os Dez Mandamentos dos Condutores.

 

SETEMBRO

Na sequência das actividades que a Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados desenvolveu na área da prevenção da sinistralidade rodoviária, com ênfase nas questões da pedonalidade, através da promoção da participação dos cidadãos, foram convidados diversos professores de várias instituições de ensino de Lisboa para uma reunião de trabalho, onde foram apresentados alguns os estudos que têm vindo a desenvolver no domínio das condições de circulação viária e pedonal, em Lisboa. (Praça do Saldanha e no Largo do Rato).

 

OUTUBRO

A ACA-M esteve presente na Semana de Segurança e Prevenção Rodoviária, iniciativa da Câmara Municipal de Montijo, em 17-10.2007, numa acção de partilha de experiências e verificação de critérios pedagógicos na área da formação rodoviária de jovens.

 

NOVEMBRO

-Participação na reunião anual da FEVR – Federação Europeia das Vítimas da Estrada, em Amsterdão, da associada Maria Isabel Goulão em representação da ACA-M.

-Participação no FORO INTERNACIONAL RIESGO Y JUVENTUD organizado pela Associação STOP ACCIDENTES, na Galiza, da associada Ana Maria Jacinto em representação da ACA-M.

– Folheto sobre “Condução Defensiva e Ecológica” – produzido em colaboração com a Quercus e a TOYOTA – Salvador Caetano SA., começou a ser distribuído a jovens condutores com apoio dos serviços comerciais daquela empresa.

– A “Carta dos Direitos do Peão” – Foi concebida e um importante número já foi distribuído em vários eventos. O restante será utilizado nas próximas actividades de formação e divulgação de segurança rodoviária.

– A “Carta de Direitos do Peão – versão infantil” – Está em produção tipográfica. Será distribuída nas próximas actividades de formação a jovens dos 10 aos 15 anos.

– O Livro “Perigo: Há Carros no Passeio” – foi produzido, com o apoio do Governo Civil de Lisboa, e distribuído pelo Departamento de Formação Rodoviária da CML aos estudantes frequentando a Escola de Formação Rodoviária do Parque da Bela Vista, e nas escolas do ensino básico do conselho de Lisboa. Foi ainda distribuído nas escolas do Conselho de Évora, com a colaboração da Associação GARE.

– Postais “Condução Ecológica” – concebidos pela ACA-M e DraftFCB, estão em produção, com o apoio da Liberty Seguros, para distribuição em eventos e locais de divertimento nocturno frequentados por jovens condutores.

– Celebração do Dia Mundial em Memória da Vítimas da Estrada, organizadas pela Estrada Viva – Liga Contra o TraumaAs celebrações do Dia da Memória centraram-se no Montijo, local onde se reuniram representantes das diferentes organizações. Houve igualmente em celebrações em Évora e em Vila Real.

– A Estrada Viva – Liga Contra o Trauma (que congrega diversas associações) – [48] – internacionalizou-se, sendo que a Federação Europeia de Vítimas da Estrada, entidade de criou e inspira as celebrações do Dia da Memória nos diferentes países europeus, decidiu subscrever esta Liga, com a designação inglesa de International Coalition of Road Trauma.